concreto efemero
                são paulo
          2016




O concretismo surgiu no Brasil nos anos 50, logo após a 1ª Bienal Internacional de São Paulo. Foi um movimento de vanguarda que alcançou a música, a literatura e as artes plásticas, valorizando a forma e a comunicação visual. Uma de suas características principais foi a aspiração a uma linguagem de comunicação universal e a uma integração da arte com a produção industrial e sua função social, cabendo ao artista contribuir de modo abrangente para a sociedade. O concretismo nas artes plásticas favoreceu o uso de materiais industrializados tais como ferro e alumínio. O rigor geométrico e matemático estruturou ritmos e relações. O gesto orgânico foi eliminado e deu espaço ao desenho preciso, com régua e compasso. Pensando nesse movimento, Simone Mattar criou uma instalação concretista comestível, com sabores bem brasileiros. De um cubo concretista, saem “concretinhos”: omeletes impressos com estampas do movimento.